A oportunidade de lucrar com moedas mais fortes é um grande atrativo para quem busca uma nova fonte de renda. Já imaginou ter ganhos em dólar? Quem sabe em euro ou libra? E para que isso faça parte da sua realidade, um bom caminho é começar a investir em ações internacionais.

Apesar de ainda ser pouco comentada, essa operação oferece oportunidades para que pessoas aumentem sua renda de maneira diversificada, o que ajuda a proteger o patrimônio das variações do mercado brasileiro – além de aumentá-lo. Grandes nomes da economia mundial estão com capitais abertos e, para apostar em ações dessas empresas, basta conhecer melhor os procedimentos.

Como começar a investir em ações internacionais?
Para os primeiros passos que o levará a investir em outros países, é necessário:
• Ter uma conta em uma corretora do país que se pretende investir. Como nos Estados Unidos estão as grandes companhias, eles costumam ser a principal escolha;
• Saber que deve ser feita a declaração dos rendimentos à Receita Federal e, caso a aplicação ultrapasse o valor de USD 100 mil, é preciso declarar todos os ganhos ao Banco Central do Brasil.

Esclarecido isso, é hora de ir para o principal:
• Após a abertura da conta, uma remessa de dinheiro deverá ser feita para ela;
• A análise de taxas é importante para entender melhor as regras tributárias e saber qual o caminho para investir e ter um lucro satisfatório;
• Feito todos os passos, os investimentos já podem começar a ser feitos! Mas se o seu recurso não for o suficiente para investir em ações estrangeiras no início, existe também a opção de recorrer a fundos de investimento e captar um conjunto de ativos.

E essas etapas podem ser concluídas ao recorrer a uma instituição financeira autorizada pelo Banco Central do Brasil: a B&T Corretora. Aqui prestamos a assessoria para esse e outros assuntos relacionado às operações de câmbio.