O IBC-BR (Índice de Atividade Econômica do Banco do Brasil) é um indicador que aponta a tendência da atividade econômica no país e que pode demonstrar projeções para o PIB (Produto Interno Bruto). 

Assim, o índice divulgado desde março de 2010 pelo Banco Central, permite que seja observada como está a evolução da economia e quais políticas monetárias podem ser adotadas, como na definição da taxa básica de juros, a Selic.

Para investidores e empresários, acompanhar o indicador é fundamental para prever o ritmo de crescimento também do mercado. Dessa forma, é possível tomar decisões com maior segurança e evitar potenciais riscos.

Se você deseja saber como funciona o IBC-BR e por onde deve acompanhá-lo, continue a leitura deste conteúdo.

Como funciona o IBC-BR?

Criado em 2003, o IBC-BR reúne dados dos setores de agropecuária, indústria e serviços com o acréscimo dos impostos dos produtos, o que é calculado com base na produção e importações, ou seja, na evolução da oferta total.  

O índice era comunicado por estado ou região e hoje é divulgado com abrangência nacional. A divulgação ocorre de forma mensal e é realizada a cada 45 dias. 

Vale lembrar que o IBC-BR é uma ferramenta que aponta uma tendência para a economia e não é um valor final como o PIB. Logo, é importante não confundir os dois termos. 

O IBC-BR permite uma maneira de monitorar a economia nacional, agindo como uma medida de controle em casos de inflação, por exemplo. Nesse sentido, estratégias podem ser adotadas para o crescimento do país e para a preservação da economia, o que pode repercutir no Produto Interno Bruto (PIB).

Leia também: Como dolarizar e se proteger das variações cambiais?

As diferenças entre o IBC-BR e o PIB

A taxa de crescimento do IBC-BR é comparada com frequência ao valor apurado no PIB (Produto Interno Bruto). Entretanto, ambos possuem diferenças entre si: conceituais, metodológicas e em relação ao tempo de apuração. Acompanhe as principais diferenças:

Cálculo

O cálculo do IBC-BR não possui o mesmo painel de informações da compilação do PIB e além disso, a referência para a base metodológica do cálculo do indicador é a SCN (Sistema de Contas Nacionais). O cálculo para o PIB é mais complexo, já que combina um fluxo maior de dados e equilibra informações sobre a demanda e a oferta.

Frequência na apuração

O PIB (Produto Interno Bruto) é divulgado trimestralmente e o IBC-BR, como dito anteriormente neste conteúdo, é divulgado a cada 45 dias, o que para o Banco Central garante previsibilidade sobre o mercado em um prazo menor.

Quem fica responsável 

O IBC-BR é efetuado e divulgado pelo Banco Central, já o PIB (Produto Interno Bruto) é responsabilidade do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

Como acessar o Índice de Atividade Econômica do Banco do Brasil (IBC-BR)?

O IBC-BR pode ser acessado pelo site do Banco Central do Brasil e caso você esteja procurando informações, outro meio de visualizar é pelo site do Governo Federal.

Quais são os efeitos na economia?

O controle da inflação exige atitudes recorrentes por parte do Banco Central. O cálculo da taxa Selic é uma das medidas para o controle da inflação no país. Então o resultado do IBC-BR pode afetar a taxa básica de juros, a Selic, o que por conseguinte, afeta investimentos e rendimentos.

Outro impacto é em investimentos estrangeiros no país. O IBC-BR colabora para que o investidor saiba se é o momento adequado ou não, já que o índice mede o crescimento econômico do país. 

Leia também: O que é necessário para fazer um investimento no exterior?

O Risco-País ou Risco-Brasil, que mostra se o Brasil tem capacidade de honrar seus encargos financeiros, é influenciado pelo indicador, o que funciona como uma espécie de termômetro para investidores.

Dessa maneira, é fundamental acompanhar o IBC-BR para tomar as melhores decisões, e como forma de se preparar e ter mais controle sobre investimentos.

Se você possui investimentos em outros países ou planeja realizar algum em breve, a B&T Câmbio oferece soluções com economia, eficiência e rapidez para enviar e receber dinheiro para o exterior. Somos especialistas em câmbio e com uma economia de até 70% nas operações em relação aos bancos.

Acesse nosso site e veja por que somos a maior corretora de câmbio do Brasil.