O turismo está voltando gradualmente a apresentar melhoras após a abertura de fronteiras para viajantes brasileiros, e comprar dólar ou outra moeda estrangeira é um passo importante para o planejamento de sua viagem.

Entretanto, é preciso estar atento a alguns detalhes essenciais para não perder dinheiro ao comprar moedas em espécie.

Veja neste post, 7 dicas para comprar dólar com economia e segurança.

1. Compre dólar aos poucos

O ideal para quem deseja viajar é comprar aos poucos a moeda que planeja levar para viagem.

Por exemplo, se faltam 4 semanas para a viagem e você vai levar US$ 5 mil, o indicado é que você compre US$ 1,25 mil por semana. 

Isso ajuda a eliminar a ansiedade de tentar acertar o dia em que a taxa de câmbio possa estar mais baixa e permite que você tenha uma noção sobre o valor médio do período. 

2. Cartão pré-pago internacional X Cartão de crédito

O cartão de crédito pode não ser a melhor escolha se você pretende economizar.

O valor total da compra no cartão de crédito, ou seja, a taxa de conversão, só ocorre com o fechamento da fatura, o que pode te levar a tomar um susto ao final do mês. 

O cartão de crédito tem o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) de 6,38%, e também possui outra taxa, o spread bancário (diferença entre o preço de venda e compra do câmbio) cobrado em 5%, o que totaliza mais de 11% só em taxas.

No cartão pré-pago internacional, funciona como um cartão de débito, você coloca um valor de recarga e usa o dinheiro disponível no saldo para efetuar pagamentos, fazer saques e compras. 

Embora o IOF seja o mesmo do cartão de crédito, o spread bancário pode ser negociado, dependendo da instituição do cartão. 

Outra vantagem é que ao contrário do cartão de crédito, o câmbio é fechado no momento da compra ou recarga, então você sabe desde o início quanto pagará.

Ao escolher o B&T TravelCard Multimoedas, você consegue buscar uma redução da taxa de spread bancário de 5%, o que é cobrado no cartão de crédito, para um valor em torno de 3% ou 2%.

3. Adquira a moeda certa

Algumas pessoas acreditam que devem trocar a moeda por dólar, para assim, quando chegar no país de destino, trocar novamente pela moeda nacional.

Entretanto, essa não é uma boa estratégia.

O interessante é levar a moeda do país de destino diretamente do Brasil. Por exemplo, se você vai para o Japão, deve trocar seus reais por ienes (moeda do Japão) no Brasil. Caso você leve dólar do Brasil para trocar por iene, uma outra operação de câmbio teria que ser realizada. 

No caso de países da América Latina, pode ser levado o dinheiro daqui, como também pode ser interessante trocar o dinheiro dentro desses países.

Entretanto, é preciso estar atento às cotações e pesquisar se a operação vale realmente a pena.

Outro ponto válido é observar os documentos necessários para comprar o dólar.

4. Menos impostos

Levar dinheiro em papel moeda para outro país apresenta uma vantagem para quem quer pagar menos impostos.

O IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) é de 1,1%, e traz vantagens para a compra de produtos e serviços no país de destino, não só em preço, como pela facilidade por ser aceito na maioria dos estabelecimentos. 

5. Diversifique suas formas de pagamento

Uma boa prática é combinar formas de pagamento diferentes como dinheiro em espécie e cartão pré-pago internacional, por exemplo.

Dessa forma, o seu planejamento financeiro também tende a ganhar, o cartão pré-pago internacional possibilita controlar seus gastos e ajustar quanto você irá usar por dia, já que a recarga é feita pelo usuário do cartão.

Com isso, o planejamento da sua viagem melhora e você poderá calcular quanto disponibilizará em seu saldo e também em papel moeda. 

6. Não extrapole a quantidade de dinheiro vivo

Tenha cuidado para não extrapolar a quantidade de dinheiro vivo para uma viagem internacional.

O valor permitido para sair do país, sem declarar à Receita Federal, é de R$ 10.000 (o equivalente a US$ 1.933,34, com o dólar turismo a 5,39). 

Caso precise de um valor acima deste, é necessário preencher uma documentação alfandegária no aeroporto.  

7. Pesquise antes de comprar

O segredo é pesquisar bastante antes de comprar o dólar ou a moeda estrangeira de sua preferência. 

Compare os preços e as cotações entre as instituições, e verifique também todo o pacote de serviços ofertado.

Além disso, é bom saber se o lugar que você está comprando sua moeda tem a regulamentação correta, evitando casos de notas falsas.

Hoje em dia, você pode conferir também se tem disponibilidade de facilidades como o delivery de câmbio, onde você pode receber em casa.

Há opções também como a B&T, onde você compra sua moeda estrangeira pela internet ou pelo telefone com total comodidade e segurança.

Dica bônus: onde comprar dólar?

Para comprar dólar ou outra moeda estrangeira, entre em contato com a Europa Câmbio, empresa do Grupo B&T.

Você terá tudo que precisa para sua viagem ser bem sucedida: a moeda que você precisa, seguro viagem com cobertura para Covid-19, e muito mais!

Pela Europa Câmbio, você pode parcelar a compra de qualquer moeda em até 36x. Veja as moedas estrangeiras disponibilizadas na Europa Câmbio:

  • Dólar americano
  • Euro
  • Libra esterlina
  • Franco Suíço
  • Dólar Canadense
  • Peso Argentino
  • Yen (Japão)
  • Yuan (China)
  • Peso Mexicano
  • Peso Uruguaio
  • Peso Chileno
  • Peso Colombiano
  • Dólar Australiano
  • Dólar Neozelandês

Bem melhor que banco

Com 28 anos de história, a B&T Câmbio é uma referência no mercado de câmbio, sendo reconhecida pelos seus produtos e serviços de câmbio comercial e turismo.

Na B&T, você não perde tempo, pois sabemos exatamente os passos necessários para cada operação. 

Você também contará com flexibilidade no horário de atendimento (livre de horário bancário) e um serviço personalizado.

Nosso atendimento é reconhecido pela qualidade e atende ao que você precisa. Oferecemos a compra de mais de 20 moedas em espécie com delivery para a grande São Paulo.  Vale lembrar que o cliente deve verificar a disponibilidade da moeda desejada. 

Quanto aos custos de suas operações, você economiza até 70% nos custos de remessa se compararmos com os bancos e outras opções conhecidas.

A B&T tem como prioridade o câmbio, quando você opta por fazer negócio, sem o banco, conseguimos ter controle total sobre o valor do câmbio e do spread (diferença entre o preço de venda e compra do câmbio), permitindo maior negociação e consequentemente, podemos abaixar o preço, o que é mais vantajoso para você, cliente B&T.

Realize remessas internacionais (de até 3.000 USD) pelo EasyWay Remessas. Você economiza ao fazer suas transferências internacionais e pode enviar e receber dinheiro de e para vários países.

Deixe a B&T mostrar como é incomparável para você e sua viagem internacional. 

Quer saber mais sobre a B&T? Entre agora em contato.