A proteção patrimonial resguarda os bens em momentos de crise e durante a variação cambial, além de garantir a segurança dos investimentos, sem que eles fiquem à mercê de riscos

Com a desvalorização do real e a possibilidade de instabilidades na economia, buscar formas de proteger o patrimônio é importante não só para empresas, como também para pessoas físicas.

Se você quer saber como funciona a proteção do patrimônio para casos de alta do dólar, confira este post.

O que é a proteção do patrimônio?

A proteção do patrimônio consiste em manter a equivalência, ou seja, os rendimentos de investimentos protegidos de riscos financeiros, legais e fiscais que possam impactar os negócios e/ou bens.

Com o dólar em alta, muitos brasileiros se preocupam em como proteger seus investimentos, ainda mais diante da possibilidade da taxa de câmbio avançar para maiores patamares.

O primeiro passo para quem planeja fazer isso é definir o objetivo da proteção do patrimônio. Por exemplo, será para fazer uma reserva no futuro? Você planeja morar ou estudar no exterior? Ou é apenas uma maneira de ter garantias em uma moeda fortalecida?

Ter isso em mente ajuda a saber qual será o tipo de investimento e também como fazer a proteção do seu patrimônio de acordo com o seu objetivo.  

Veja aqui 5 maneiras de investir em dólar.

Como proteger o seu patrimônio

A diversificação de investimentos se tornou um ponto para aqueles que antevêem possíveis riscos e contam com a precaução. A dolarização tem sido uma das estratégias mais vantajosas e em 2020, apresentou um bom resultado.

Entretanto, é necessário considerar a rentabilidade de cada um e o seu objetivo. Como abrir uma conta internacional mesmo morando no Brasil, adquirir moedas em espécie, e também planejar a compra de imóveis no exterior.

O mercado imobiliário americano, por exemplo, vem apresentando diversas oportunidades, já que com a pandemia, prédios, escritórios, imóveis, conjuntos residenciais e hotéis tiveram uma queda de preço. 

Além disso, nos Estados Unidos é possível financiar os imóveis em até 30 ou 40 anos com juros considerados baixos. De acordo com National Council of Real Estate Investment Fiduciaries (Conselho Nacional de Fiduciários de Investimento Imobiliário), é possível ter juros de menos de 3% ao ano.

Para quem não tem interesse em investir em um imóvel nos Estados Unidos ou em outro lugar do mundo, pode contar também com outras possibilidades de proteger o patrimônio.

Há quem faça remessas internacionais para conta estrangeira para manter o valor protegido em outra moeda mais forte como dólar e euro. Assim, um valor pode ser enviado mensalmente para conta fora do país ou até, caso a pessoa preferir, em uma remessa total de patrimônio.

Conheça a B&T Câmbio

A B&T Câmbio é a maior corretora de câmbio do Brasil e conta com o melhor serviço para a proteção do seu patrimônio. Com tecnologia de ponta para remessas internacionais e operações financeiras ao exterior, remetemos o seu dinheiro com agilidade, também em padrão blockchain, o mais rápido e tecnológico dentro do universo de câmbio.

Ao contrário dos bancos, a B&T tem como prioridade o câmbio. Pela corretora, você economiza até 70% em relação aos custos de câmbio e ainda com suporte para documentações necessárias em cada etapa.

Parte do Grupo B&T, também contamos com a B&T Global Consulting, nossa consultoria para internacionalização de negócios e investimentos no exterior.

Direto de Miami, na Flórida, você tem acesso a direcionamento sobre qual profissional procurar, qual advogado e contador para o seu investimento e como abrir seu negócio.


Proteja seu patrimônio com quem realmente entende do assunto, acesse aqui.