Morar nos Estados Unidos é o sonho de muitas pessoas, inclusive de milhares de brasileiros, que pensam em viver no país, comprar um imóvel, trabalhar e fazer investimentos.

Ao planejar isso, conseguir uma residência no país é muito importante. 

Entretanto, o que é necessário para conseguir financiar ou até comprar uma casa no país? O cenário é o ideal? E para quem mora no Brasil, mas quer comprar uma casa em solo americano, como enviar o dinheiro para o pagamento?

Fique atento neste post, pois vamos responder todas essas perguntas.

Qual o cenário para a compra de um imóvel nos Estados Unidos?

No momento, comprar um imóvel nos Estados Unidos não parece a tarefa mais fácil, visto o cenário da pandemia com restrições de entrada de brasileiros e a desvalorização do real em relação ao dólar em 2020. 

Entretanto, segundo o economista Jackson Bittencourt, Coordenador do curso de Economia e Professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, o valor de imóveis nos Estados Unidos, embora ainda esteja em alta, vai sofrer uma desvalorização. 

Sendo assim, quem quer vender um imóvel agora tem vantagens e deve aproveitar o momento. Já quem planeja comprar, tem também pontos positivos já que o valor da taxa de juros para a compra de imóveis desceu para 3% ao ano.

Quem pode comprar um imóvel em terras americanas?

Todo estrangeiro pode comprar um imóvel nos Estados Unidos se cumprir os pré-requisitos solicitados no país. Quais seriam eles?

Visto de entrada no país

É necessário que você possua um visto válido para entrar no país. O Green Card é o mais conhecido, sendo um visto de residência permanente no país.

No entanto, também é possível entrar nos Estados Unidos com outros tipos de visto como o Visto EB-5 (visto para investidor), H-1B (para trabalho) e L1 (transferência).

Passaporte

O passaporte é muito importante, pois ele é um documento de identificação exigido não só na compra de um imóvel, como também para obter o visto.

Comprovação de renda

Comprovar a renda funciona como uma garantia de que você pode se comprometer com aquela compra e trazer a informação da origem do dinheiro.

Nesse sentido, é necessário que sua renda seja três vezes superior ao valor da parcela do imóvel que deseja. Além disso, você deve ter que prestar contas sobre sua regularidade na contribuição do imposto de renda do Brasil por um tempo de no mínimo três anos.

Se você for para os Estados Unidos a trabalho, esse processo é facilitado por conta do contrato profissional e da comprovação do recebimento de salário no país.

Conta bancária

Para que seja possível, você deve ter uma conta aberta em um banco nos Estados Unidos para realizar o pagamento. 

A escolha de morar na Flórida

Um dos destinos dentro dos Estados Unidos mais procurados por brasileiros é a Flórida. Situada no sudeste do país, o estado é famoso por suas praias, o clima quente, pelos parques da Disney, sendo um lugar bem conhecido pelo turismo.

Além desses fatores, a Flórida possui leis tributárias menos rígidas e imóveis mais baratos. Segundo a Associação Nacional de Corretores de Imóveis dos Estados Unidos, em uma pesquisa de 2019, ficou comprovado o interesse, visto que o estado atraiu 20% dos compradores de outros países, tornando-se um epicentro de investimentos para estrangeiros.

Documentação e pagamento: o que é necessário?

A documentação pode mudar de acordo com qual forma de pagamento ou investimento que você faça.

Por exemplo, caso você planeje comprar o imóvel à vista nos Estados Unidos, precisará de uma cópia do seu passaporte e prova do valor da compra.

O financiamento é feito por algumas instituições e é uma opção para estrangeiros que não possuem o valor total de investimento. É possível dar uma entrada de 30% ou 40% e financiar o restante em até 30 anos com juros de 3,5% a 6%, dependendo do seu pacote. Lembre-se de que todos os documentos devem ter tradução juramentada

Veja os documentos necessários para financiamento:

  • Cópia do passaporte
  • Conta bancária feita nos Estados Unidos
  • Carta do cobrador
  • Cópia dos últimos três extratos bancários
  • Cópia dos últimos três impostos de renda
  • Prova de valores

E como enviar o dinheiro para a minha conta bancária nos Estados Unidos? 

Basta que você envie o valor de compra para a sua conta nos Estados Unidos por meio de uma remessa de patrimônio. A transferência deve ser efetuada com o cumprimento das regras do Banco Central do Brasil, que deve aprovar a conta. 

Pela B&T é possível enviar o valor do imóvel para a sua conta nos Estados Unidos e você economiza até 70% nos custos de remessa se compararmos com os bancos e outras opções. 

O serviço oferecido pela B&T é otimizado em termos tributários, não erramos na classificação, além de prestarmos consultoria para que você tenha todo suporte na sua operação. 

Bem melhor que banco

Os bancos não possuem o mesmo expertise em câmbio, logo, eles cobram muitas tarifas para efetuar uma transferência internacional.

Você ainda não terá garantia de quando será atendido ou quando cairá o valor transferido, já que o câmbio é mais um serviço dentro de vários outros para o banco, ou seja, não é uma prioridade deles.

A B&T Corretora tem como prioridade o câmbio. Quando você opta por fazer negócio, sem o banco, conseguimos ter controle total sobre o valor do câmbio e do spread (diferença entre o preço de venda e compra do câmbio), permitindo maior negociação e consequentemente, podemos abaixar o preço, o que é mais vantajoso para você, cliente B&T.

Se você pretende remeter seu capital para fora e planeja morar na Flórida ou em algum outro lugar dos Estados Unidos, a B&T Global também pode te ajudar. 

Os serviços oferecem consultoria para saber desde qual banco abrir sua conta nos Estados Unidos, qual corretor ideal para encontrar sua casa, ou até se a sua intenção for abrir um negócio e internacionalizar seu capital dentro dos Estados Unidos.

Para fazer negócios entre Brasil e EUA, conte com a B&T Global!

Interessado em saber mais sobre a B&T? Entre agora em contato. 💚