Fazer uma transferência internacional pode parecer muito complicado em um primeiro momento, principalmente se você nunca fez uma. 

Entretanto, é uma transação comum no mundo atual. Seja para ajudar alguém em outro país, estudar, morar ou viajar ao exterior, adquirir um serviço, produto, e até mesmo, muitas pessoas são pagas na internet em outras moedas e precisam fazer constantemente essas operações.

O primeiro pensamento de quem vai converter uma moeda é a preocupação com a taxa de câmbio, as variações e o preço. 

Entretanto, você pode amenizar o impacto da variação cambial e de todo o resto escolhendo a forma e o meio de pagamento adequados, sabia?

Neste post, vamos falar das opções mais comuns e suas características. Você verá por que algumas são bem interessantes para o seu bolso e outras nem tanto. Vamos lá?

1. Cartão de crédito

O cartão de crédito é uma das opções mais populares do mundo, já que o cliente só paga o valor gasto na data de vencimento da fatura do cartão. O limite de crédito é pré-definido pelo banco ou pela empresa do cartão. 

Além disso, pode ser paga anuidade ou não, dependendo do tipo do cartão e da instituição financeira.

O problema dessa opção em viagens internacionais são as taxas. O IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incide em 6,38% sobre o cartão de crédito, e soma-se a esse valor o spread bancário, ou seja, a diferença entre o preço de venda e compra do câmbio, que beira o valor de 5%. 

Resumindo, só de taxas no cartão de crédito você é cobrado em 11%. E o banco e a bandeira do seu cartão são os responsáveis por definir a taxa de câmbio, o que tira o seu poder de negociação tornando o seu gasto ainda maior, o que não aconteceria se você negociasse com uma corretora, como a B&T.

2. Cartão pré-pago internacional

Pelo cartão pré-pago internacional é possível colocar um valor de recarga e usar o dinheiro disponível do saldo para efetuar pagamentos, fazer saques e compras.

Essa já foi uma das melhores opções de pagamento, visto que o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) não era cobrado anteriormente, embora atualmente já incida sobre o cartão pré-pago internacional.

Entretanto, ele tem uma certa vantagem sobre o cartão de crédito convencional, já que você pode colocar no cartão o valor que vai usar, o que facilita na hora de viajar e planejar seus gastos.

Outra vantagem dessa opção é que você tem maior poder de negociação sobre o spread bancário.

Nesse caso, conversando com a B&T, você consegue buscar uma redução desse spread de 5%, o que é cobrado no cartão de crédito, para em torno de 3% ou 2% no cartão pré-pago. 

Totalizando em torno de 3% a menos do que o encontrado no cartão de crédito.

A B&T possui um cartão pré-pago internacional, o B&T Travel Card. Você terá a tarifa de saque que será debitada a cada saque efetuado, sem pagar nenhuma tarifa ao efetuar uma compra no cartão.

3. EasyWay Remessas

Um aplicativo pode resolver os seus problemas ao realizar sua operação de transferência. Ele foi assunto de um live no Instagram do Canal Edublin com a participação de Tulio Portella, diretor comercial da B&T.

O aplicativo EasyWay Remessas permite que você economize ao fazer suas transferências internacionais. Por meio dele, você pode enviar e receber dinheiro de e para mais de 200 países.

Assim, você faz sua operação Moneygram, uma das maiores remessadoras do mundo e pode sacar o dinheiro rapidamente.

Dependendo da remessadora e da localidade, você pode receber o dinheiro em até 1 h após a transferência. Tudo isso pelo celular.

É aplicado o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) de 0,38% e mais o valor de taxa para cobrir o estabelecimento da Moneygram, parceira internacional da B&T no EasyWay Remessas.

Pode ser enviado o valor máximo de até 3.000 USD (três mil dólares americanos). O aplicativo possui tarifa de transferência de apenas U$ 4,50 para operações de até U$ 500,00 pelo App e o cadastro é simples e rápido de ser feito. 

Além disso, o aplicativo também oferece a opção de parcelar o valor da sua transferência em até 12x no cartão.

4. De conta para conta

Abrir uma conta no exterior pode facilitar a vida de muita gente que vai morar ou planeja passar um longo período fora.

Isso se deve a segurança e a praticidade ao fazer uma transferência internacional e de não ter que trocar o dinheiro, já que você já terá uma conta na moeda do país.

As taxas também são interessantes e mais baixas em relação a transferências internacionais. 

Por exemplo, a taxa cobrada para envio de mesma titularidade do Brasil para fora do país é de 1,1% e do exterior para o Brasil, assim como de titularidades diferentes, é de 0,38%.

Como era fazer uma transferência internacional antigamente?

Para fazer a operação Moneygram, funcionava no modo cash-to-cash, ou seja, era necessário ir até uma casa de câmbio no Brasil e pedir para fazer a transferência, definindo quem retiraria o valor e em qual país.

Ao efetuar a operação, um código era gerado, e ao ser encaminhado para a pessoa designada no exterior, ela conseguia receber o envio ao apresentar o código.

Um cenário bem diferente de hoje, onde é possível enviar por aplicativo em poucos minutos e o recebimento é acusado por uma notificação, de modo bem mais prático.

Bem melhor que banco

A B&T é especialista em câmbio, possui maior capacidade de negociação e usa a tecnologia em seus produtos e serviços, o que agiliza todo o processo.

O Câmbio On, por exemplo, une tecnologia e câmbio em um portal exclusivo da B&T. Ele permite que o cliente acompanhe e gerencie suas operações de câmbio, proporcionando um maior controle sobre futuros vencimentos, como o relatório de contas a pagar, e ajuda no planejamento das operações seguintes.

Os bancos não possuem o mesmo expertise em câmbio, e nem sabem usar a tecnologia nesse setor.

Logo, eles cobram mais caro pelo serviço e ainda não te dão garantia de quando você será atendido, uma vez que o câmbio é mais um serviço dentro de vários outros para o banco, ou seja, não é uma prioridade deles.

A B&T tem como prioridade o câmbio, quando você opta por fazer negócio, sem o banco, conseguimos ter controle total sobre o valor do câmbio e do spread (diferença entre o preço de venda e compra do câmbio), permitindo maior negociação e consequentemente, podemos abaixar o preço, o que é mais vantajoso para você, cliente B&T.

Por isso, te aconselhamos a fazer suas operações com a B&T, onde você não terá taxas abusivas e nem estresse. 

Caso o seu interesse seja em adquirir moedas em espécie, você pode entrar em contato também com uma das lojas da Europa Câmbio, empresa do Grupo B&T. Você terá tudo que precisa para sua viagem ser bem sucedida: a moeda que você precisa, seguro viagem, e muito mais!

Chegou a hora de aproveitar ainda mais quando você estiver no exterior, saiba as melhores maneiras de transferir seu dinheiro internacionalmente.

Quer saber mais sobre a B&T? Entre agora em contato! 💚